sábado , 19 agosto 2017
Página principal / Notícias / Fala Morador / Prioridade de Jardim da Penha em 2016 – Limpeza Pública

Prioridade de Jardim da Penha em 2016 – Limpeza Pública

Semana passada publicamos a primeira matéria do Fala Morador Especial – Prioridades de Jardim da Penha em 2016 em que abordamos sobre um dos temas mais importantes para o bairro, Segurança. Para este especial, a equipe do Jardim da Penha Online perguntou aos moradores “Quais seriam as prioridades para o bairro neste ano?” em uma enquete e através do “Fala Morador” em que pediu a opinião dos moradores para saber o que eles esperam e desejam para o bairro em 2016.

Em continuidade as prioridades, abordaremos um assunto que ficou em segundo lugar na enquete com 15% dos votos, a Limpeza Pública. Tema este que gera uma preocupação maior entre os moradores, pois manter a cidade limpa, ajuda a eliminar os possíveis focos transmissores de doenças como dengue, Zika e Chikungunya e, ao mesmo tempo, preserva o meio ambiente e a qualidade de vida da população. Além disso, este tema já rendeu algumas matérias anteriores no Fala Morador, em que relatava problemas como: a sujeira nas praças do bairro, a quantidade de lixo acumulado, a falta de coleta diária e a localização das lixeiras.

Confira abaixo essa prioridade e o posicionamento da Prefeitura de Vitória sobre as ações de melhorias previstas para o bairro neste ano.

Limpeza pública

“Nossas ruas estão imundas. Cadê os garis? Os bueiros entupidos de folhas. As calçadas de alguns prédios, principalmente aqueles na rua da feira estão horríveis, com buracos dificultando quem passa com carrinhos de feira”, o relato da moradora Maria de Lourdes Barros descreve a falta de limpeza nas ruas de Jardim da Penha.

Além da sujeira encontrada pela região, outros moradores, como a Gleisse Mara Magevski pede também mais fiscalização. “Solicito a gentileza de fiscalizar a limpeza das ruas e coleta de lixo, pois tem muitas lixeiras que estão ficando sem a coleta e ruas sem a varrição adequada, bueiros sujos precisando de limpeza, acredito que o fiscal do contrato deva verificar os serviço contratado antes de realizar o pagamento”, disse.

A Secretaria Municipal de Serviços (Semse) esclarece que a coleta domiciliar é realizada de segunda a sábado, incluindo feriados, a partir das 19h e é importante que os moradores coloquem o lixo para a coleta uma hora antes do horário de passagem do caminhão. O horário em cada rua pode ser consultado no site da Prefeitura.

A varrição é realizada nas principais ruas do bairro três vezes por semana e nas menos movimentadas, duas vezes por semana. Além disso, o mutirão de limpeza, com varrição, capina, lavagem de rua e roçagem é realizado a cada quatro meses no bairro e o último foi realizado em outubro passado. A limpeza dos bueiros foi realizada no último dia 5 e a limpeza com capina nas praças foi realizada entre os dias 5 e 7 passados.

Por fim, a Semse esclarece que instalou, no ano passado, 65 papeleiras no bairro. A solicitação de serviços ou denúncia de irregularidades, como o descarte inadequado de lixo, podem ser feitos pelo telefone 156 Fala Vitória.

Arborização

Serviço de poda de árvores pode ser solicitado pelo Fala Vitória 156
Serviço de poda de árvores pode ser solicitado pelo Fala Vitória 156.

Jardim da Penha é um dos bairros mais arborizados de Vitória. Entretanto, para a moradora Maria Cristina Prado, as podas dessas árvores não são feitas de forma correta. “Para de podar ERRADO as nossas árvores e plantar mais, mas não esqueçam de proteger bem as mudas”, relatou.

Segundo a Prefeitura, o bairro é um dos que registra as maiores demandas de arborização, principalmente de poda. A Secretaria Municipal de Serviços (Semse), que é a responsável pelo serviço, informa que é executado rotineiramente em atendimento às solicitações feitas por meio do telefone 156 Fala Vitória. Importante que as solicitações sejam feitas pelo morador ou responsável legal pelo imóvel cuja calçada contenha a árvore.

Alguns moradores podem estranhar as podas mais drásticas. Mas, de acordo com a prefeitura, é importante esclarecer que são necessárias em duas situações: nas raízes, para adequar as árvores à calçada cidadã, principalmente em calçadas estreitas (com menos de 2 m de largura); e na copa, para reduzir o risco de quebra de galhos sobre fios e transformadores (essa poda é realizada pela concessionária de energia elétrica). Quanto ao plantio, é realizado permanentemente na cidade, nos locais onde o plantio é viável, visando aumentar a área arborizada.

Além disso, a Semse informa que Vitória tem cerca de 25 mil árvores em calçadas, canteiros e rotatórias e é a única capital brasileira com as árvores georreferenciadas (cadastro de cada espécie). A perspectiva é aumentar este total, priorizando locais com pouca cobertura vegetal. Em relação à manutenção dos jardins nos canteiros e praças do bairro existe uma equipe que executa rotineiramente os trabalhos na região.

Fala Morador Especial

Aguarde! Na próxima semana, o tema abordado será Mobilidade Urbana.

Semana passada publicamos a primeira matéria do Fala Morador Especial - Prioridades de Jardim da Penha em 2016 em que abordamos sobre um dos temas mais importantes para o bairro, Segurança. Para este especial, a equipe do Jardim da Penha Online perguntou aos moradores "Quais seriam as prioridades para o bairro…

Avaliação Total: 5 ( 1 votos)

Veja Também

i4zago3cztbobw45hzw5rmiz2043323

Pastor retira boneca afro em creche de Vitória e diz ser ‘símbolo de macumba’

O pastor João Brito, da Igreja Evangélica Batista de Vitória, pediu que um painel feito ...